Descrição de imóveis: as melhores práticas e o que não pode faltar

Share

Já alguma vez leu uma descrição de uma propriedade que o fez bocejar? Ou se cruzou com algumas que são tão genéricas que quase podiam descrever qualquer outro imóvel na Terra? 

Neste artigo, verá como fazer uma melhor descrição dos imóveis, as boas práticas para atrair rapidamente potenciais compradores de imóveis, bem como o que não é recomendado, para que possa evitar cometer os mesmos erros que vê nos portais imobiliários.

Boas práticas para a descrição dos seus imóveis 

Comecemos pelo que não pode faltar nas suas descrições. Lembre-se de recolher as seguintes informações antes de registar o seu imóvel num portal imobiliário.

Informação básica

Este é o tipo de informação que qualquer potencial comprador ou inquilino procura antes de qualquer outra coisa. Inclui:

  • A quantidade de quartos
  • O número de casas de banho
  • Quantos metros quadrados a propriedade tem
  • Que aparelhos de cozinha estão incluídos no negócio
  • Se o imóvel está mobilado ou não
  • O ano de construção
  • As suas informações de contacto
  • O preço pedido.

Muitos portais oferecem um local específico para acrescentar todos estes detalhes, mas, caso o que estiver a utilizar não o faça, não se esqueça de os mencionar na descrição do seu imóvel.

Características que acrescentam valor

Para encantar o seu público-alvo, não termine a descrição do seu imóvel sem antes ter coberto o básico: fale sobre o que o lugar do seu cliente oferece e o que os outros não oferecem.

Renovações recentes que foram feitas, nova arrumação e armários de cozinha instalados, ar condicionado e/ou sistema de aquecimento incorporado, o certificado de eficiência energética e mais: todos estes atributos podem ser vistos como algo que motiva potenciais compradores a escolher a sua propriedade em vez de outra, de uma agência diferente.

Localização e informação sobre as áreas circundantes

A localização de uma propriedade é uma informação tão importante que a maioria das pessoas começa a sua pesquisa definindo nos motores de busca onde querem viver. Portanto, não é obviamente algo que possa ser deixado para trás.

Se possível, mostre o endereço completo do bem na descrição da sua listagem. Quando se trata de uma rua longa que se prolonga por quarteirões seguidos, por exemplo, ajudará os potenciais compradores a compreender em que área o imóvel está localizado e quanto terão de caminhar para a opção de transporte mais próxima, por exemplo.

E lembre-se que a área circundante também é importante! Descreva o que está perto e pode ser de interesse para o seu público-alvo. Escolas, hospitais, opções de transporte, ruas comerciais, espaços verdes, tudo isso poderia ajudar a acrescentar valor ao imóvel, aos olhos de um comprador de casa.

Falar sobre o bairro em que a casa está localizada ou os bairros próximos é também algo que pode ser interessante, especialmente se o seu público-alvo tende a ser constituído por estrangeiros. Diga-lhes porque é que a área é um local agradável para eles viverem, quais são as principais características do local e se os imóveis ali localizados têm vindo a subir de valor. Afinal de contas, todos querem saber se estão a investir o seu dinheiro corretamente.

Luz natural

A luz natural ilumina o humor de quem vive num determinado espaço, aquece durante os meses mais frios e pode mesmo poupar muito nas contas de energia. Portanto, pelas razões acima mencionadas, é algo valorizado por potenciais compradores.

Se o imóvel do seu cliente conta com muita luz natural, informe-os na descrição da sua listagem de imóveis! Diga-lhes em que estações do ano o imóvel conta com a luz solar, em que zonas o sol bate durante a manhã ou à tarde e, claro, tire partido de belas fotografias iluminadas pelo sol.

Serviços úteis no edifício

Se estiver a tentar vender um imóvel num edifício moderno com muitos serviços úteis, avise os compradores da casa! Uma área de lavandaria, elevadores (especialmente em cidades mais antigas), uma piscina ou lugares de estacionamento podem fazer uma propriedade média parecer muito mais interessante.

Características que se ajustam ao perfil do seu cliente

Pense em quem é o seu potencial comprador. É uma família com filhos de um único empresário? Este tipo de propriedade é normalmente vendida a casais idosos ou a casais mais jovens? São, normalmente, locais ou estrangeiros?

Com base no público que pretende atingir, realce os atributos que tornam o local perfeito para eles. Pode ser um quarto que se vira perfeitamente como escritório ou quarto de hóspedes, uma área exterior que funciona tanto para animais de estimação como para crianças, um conceito aberto que permite aos proprietários entreter os visitantes enquanto cozinham, etc.

As melhores fotos possíveis

Melhores fotografias tornam os potenciais compradores mais interessados na propriedade e dispostos a reservar uma visita. Também pode fazer com que o local pareça maior, mais convidativo e mais atrativo num simples olhar, algo que dificilmente se consegue com a descrição do seu imóvel. O ditado estava certo: por vezes, uma imagem pode falar mais alto do que mil palavras.

Assim, se tiver a oportunidade ou o cliente estiver disposto a isso, agende algumas fotos profissionais e divulgue-as nos portais, juntamente com a descrição do seu imóvel, para aumentar as suas hipóteses de vender mais rapidamente.

Como descrever imóveis: as melhores práticas

Agora que sabe tudo o que a sua descrição de imóveis tem de incluir, vamos ver como exibir toda a informação que tem para oferecer.

Não faça uma lista de características, fale antes de vantagens

“Área de cozinha totalmente equipada integrada com a sala de estar. Dois quartos, duas casas de banho. Lugar de estacionamento disponível”. Aborrecido, certo? Uma descrição como esta poderia ser muito melhor!

Vamos tentar novamente.

“A área de cozinha totalmente equipada, integrada com a sala de estar e pronta para receber a família para um almoço ou amigos para um jantar de sexta-feira à noite, é o coração desta propriedade. E, falando de espaço, terá todo o espaço disponível com o amplo quarto principal e o segundo quarto, que pode ser utilizado como escritório em casa para profissionais remotos, um quarto de hóspedes ou para receber uma criança na família. Pode também contar com um espaço de garagem para estacionar bicicletas, o carro da família ou de um convidado ou mesmo armazenar equipamento como o carrinho de criança ou uma prancha de surf”.

Muito melhor!

A ideia não é simplesmente listar características, mas ir um passo mais além para realçar os benefícios de ter tudo isto. Encantar os potenciais compradores de casas não se trata do que a propriedade tem para oferecer, mas sim da transformação que pode proporcionar: pensar sempre em como o local pode tornar a vida dos compradores mais fácil, melhor, bem vivida.

Siga uma estrutura para apresentar a informação

A fidelidade a uma espécie de guião pode ajudá-lo a concentrar-se em como fornecer a informação de uma forma que atraia mais atenção. Aqui fica uma sugestão:

  • Comece com uma frase forte

Para um título curto, tente responder à pergunta: para quem é esta casa? Faça com que as pessoas se identifiquem com o que a propriedade oferece desde o início.

  • Pinte um quadro do local

Descrever o local, as instalações do edifício, os arredores e todos os tópicos de que falámos, contando uma história encantadora, que pinta um quadro de como seria viver numa propriedade como esta.

  • Acrescente um motivo para a ação

Motive o seu potencial cliente para agir, quer se trate de uma chamada telefónica, entrar em contacto consigo através de uma mensagem ou marcar uma visita.

Evite expressões negativas

Ao contar a história, evite usar expressões que tragam a ideia de que o imóvel necessita de reparação: pode afastar potenciais compradores mesmo antes de eles terem visitado o local. Algumas expressões para não considerar são:

  • A precisar de cuidados especiais 
  • Deve visitar para conferir o seu verdadeiro potencial
  • Projeto perfeito para bricolage.
  • Uma boa opção para priemeira casa
  • Tem potencial para ser uma casa de família

Fale a língua do seu público

A regra aqui é simples: não usar a linguagem imobiliária. Basicamente, se o seu cliente não compreender o tipo de palavras que escolher, não peceberá a sua mensagem. 

Limite-se a palavras simples que possam ser compreendidas por todos, para que não exclua ninguém da sua lista de visitantes reservados para o imóvel. 

Use a criatividade e inspiração para tornar todos os seus imóveis únicos

Seguir uma estrutura template pode ser útil para o ajudar a organizar os seus pensamentos de modo a obter melhores descrições de listagens imobiliárias, mas evite criar sempre a mesma cópia! Cada descrição deve ser adaptada para retratar os melhores atributos do local e também considerar o cliente alvo para esse imóvel. 

Portanto, leia outras descrições interessantes, sinopse de filmes, livros criativos, procure diferentes adjetivos para estimular a sua criatividade e inspirar-se a si próprio. Faça de cada descrição a melhor de sempre!

Tenha cuidado para não exagerar

Falando de adjetivos, pretende encontrar um equilíbrio entre a ausência de detalhes e o elogio excessivo. Embora não usar quaisquer adjetivos possa tornar difícil contar uma história interessante, acrescentar demasiados deles pode fazer com que o seu público alvo desconfie da verdade por detrás deles.

Além disso, quando faz múltiplos elogios a uma propriedade que não merece tudo isso, um potencial comprador pode sentir-se frustrado durante uma visita.

Assim, resumindo, traga adjetivos verdadeiros à sua propriedade, aqueles que descrevem e enriquecem devidamente o imóvel. Não demasiado, não demasiado pouco. 

Acrescentar informação visual extra

Qualquer recurso visual extra pode ajudar os potenciais compradores de casas a sentirem-se mais motivados para marcar uma visita. Portanto, invista na criação de visitas virtuais (especialmente úteis para aqueles que não podem estar presentes), vídeos mostrando detalhes, acrescentando a planta do imóvel como uma das imagens do seu anúncio e qualquer outra imagem que possa ajudar a fechar o negócio. 

Rever e corrigir

Agora a descrição do seu imóvel está quase pronta para ser publicada. Antes de carregar no botão de publicação, tome um café, descanse um pouco e depois reveja o seu texto para se certificar de que não esqueceu nada de importante. 

E como este é o momento para editar o que é necessário, verifique se a sua gramática e ortografia estão corretas, para aumentar a credibilidade da sua listagem.

Foto de Glenn Carstens-Peters em Unsplash

Daily, we track 180.000+ property changes in Spain, Portugal, France, etc.

Be the first one to know about price changes, new and sold listings.
Bom Jesus do Monte, braga

Guia da Zona em Destaque: Braga

A cidade de Braga acabou de ser eleita um dos melhores destinos europeus de 2019. Ficou em segundo lugar – derrotada apenas por Budapeste – Braga colocou-se