Marketing imobiliário: o guia completo

Share

negócios, atrair novas leads, visitar apartamentos, responder a pedidos de informação… Parece que o trabalho do consultor imobiliário, para garantir um bom rendimento, é difícil!

Aqui entra o marketing imobiliário, um grupo de práticas online e offline que podem impulsionar o seu negócio, permitindo que cresça a um ritmo mais rápido e de uma forma mais eficiente. Consulte este artigo para compreender melhor o que é o marketing imobiliário, veja por onde começar com o seu e obtenha uma série de dicas e truques.

Índice de conteúdo

  1. O que é marketing imobiliário?
  2. O que considerar no seu plano de marketing imobiliário
  3. Marketing imobiliário: ponha o seu plano em marcha 
  4. Como fazer marketing nas redes sociais para o setor imobiliário?
  5. Redes sociais para o mercado imobiliário: 5 ideias de conteúdo para o seu perfil
  6. Dicas para fotografia imobiliária profissional

O que é marketing imobiliário?

O marketing imobiliário, também chamado marketing de imóveis, é o desenvolvimento de uma estratégia de marketing que apoia e melhora o trabalho dos consultores e agências imobiliárias. Alguns dos principais objetivos da comercialização imobiliária são:

  • Fazer com que a marca (pessoal ou da empresa) seja lembrada entre os potenciais clientes
  • Estabelecer no público o que torna o consultor ou agência imobiliária melhor, diferenciando-os da concorrência
  • Anunciar os serviços prestados pelo consultor ou agência imobiliária
  • Aumentar os KPI’s do negócio, tais como:
    • Número de novos clientes por mês
    • Referências boca-a-boca
    • Receitas mensais
    • Taxa de conversão de lead para cliente

Estes objetivos podem ser alcançados com muitas ações diferentes. Exemplos de ações para publicidade offline seriam anúncios na televisão, outdoors, distribuição de panfletos ou implementação de um programa de referências. Quanto ao marketing digital imobiliário, poder-se-ia pensar na criação de conteúdos as redes sociais ou blogues, na construção de um site imobiliário e no envio de campanhas de marketing por email.

O que considerar no seu plano de marketing imobiliário

Quem é o seu público?

Antes de escolher um canal para implementar o seu plano de marketing imobiliário, precisa de saber onde os seus clientes e leads estão presentes. Não há razão para criar conteúdo numa rede social específica, por exemplo, se eles não estiverem lá, certo?

Então, estude a sua audiência ou mesmo entreviste os seus potenciais clientes e clientes para compreender os seus hábitos relativamente a conteúdos e publicidade, o que vêem como útil, o que vêem como invasivo e como utilizam cada canal de comunicação.

Qual é a sua proposta de valor

A proposta de valor é a lista de benefícios dos seus serviços, o que entrega aos clientes. Normalmente, pretende certificar-se de que eles o diferenciam dos seus concorrentes, destacando-se aos olhos dos clientes.

Esta é uma mensagem que deve transparecer no seu conteúdo, para reforçar as vantagens de o contratar como consultor imobiliário ou à sua agência imobiliária.

Para melhor compreender a sua proposta de valor, tente responder às perguntas na página seguinte.

Canvas de proposta de valor

Que objetivos pretende atingir e como

O que pretende alcançar através do seu marketing imobiliário? Defina números realistas que pretende conquistar. Pode escolher, por exemplo, um aumento de 20% de leads atraídas ou aumentar em 30% a taxa de conversão de lead para cliente.

A seguir, escolha como o vai fazer: quais os canais que vai utilizar? Com que frequência? Quais são os KPIs para medir o sucesso do seu plano? De que temas irá falar? Quando é que vai começar? Crie uma rotina de medição de resultados e de adaptação para se aproximar dos seus objetivos.

Marketing imobiliário: ponha o seu plano em marcha 

Aqui estão algumas ações para começar a investir no marketing imobiliário para atingir os seus objetivos.

Crie um site imobiliário para si ou para a sua agência

Uma coisa é certa, quando se trata de marketing imobiliário ou qualquer outro tipo de marketing: as redes sociais mudam. O que está na moda hoje pode ser esquecido no futuro, por isso imaginem atingir dezenas de milhares de seguidores e perdê-los a todos, apenas, num par de anos.

Além disso, quando se confia apenas no marketing das redes sociais para o imobiliário como estratégia global, os resultados do seu negócio dependem de algoritmos que podem evoluir e afetar o seu conteúdo.

É por isso que ter um site imobiliário é uma boa ideia: este é um espaço seguro, um meio de comunicação que na realidade é seu e no qual dita as regras. Pode alterar o seu design, adicionar ou remover conteúdo, fazer o que lhe convém, sem nunca temer a perda de seguidores.

Trabalhe com redes sociais para atrair leads

Mas, ainda assim, outra verdade da comunicação digital é que deve estar presente onde o seu público está, o que significa que as redes sociais focadas em imobiliário não podem ser ignoradas.

Um bom primeiro passo é criar um plano de conteúdo, para que saiba quando publicar, sobre o quê e como. Isto poupa tempo na sua rotina e garante que é consistente na publicação. Além disso, tente combinar as suas mensagens com o que está a fazer nas suas atividades diárias, para facilitar a criação de conteúdos. E, finalmente, deixe espaço para a criatividade: transforme visitas ou eventos inesperados em oportunidades de conteúdo.

Ofereça conteúdo útil ou descarregável para atrair leads

Outra ideia interessante para o seu marketing imobiliário é oferecer materiais úteis que dêem informações relevantes para compradores, vendedores e arrendatários. 

No seu site imobiliário, pode oferecer materiais tais como ebooks ou webinares, aos quais o seu público tem acesso após o registo (por outras palavras, tornando-se uma lead qualificada). Pode falar sobre temas como” o que procurar ao visitar um apartamento” ou “como tornar o seu imóvel mais atrativo para os inquilinos”. 

Outra forma de o fazer é ter um microsite com o CASAFARI Lead Magnet. Esta ferramenta é um calculador de avaliação de imóveis gratuito, no qual os potenciais clientes acrescentam as suas informações de contacto e detalhes sobre o imóvel que desejam avaliar, em troca de uma estimativa feita em segundos.

Utilize o e-mail marketing para se manter em contacto com leads e clientes

O e-mail marketing é um canal de comunicação que lhe permite enviar mensagens adaptadas às necessidades ou perfis dos seus clientes e potenciais clientes. Por isso, é uma ferramenta poderosa para aproximar ainda mais a sua audiência e aumentar as possibilidades de conversão.

Comece por organizar a sua lista de contactos em segmentos, como clientes vendedores, clientes compradores, clientes arrendatários, leads de venda, leads de compra, leads de aluguer, investidores imobiliários, etc. Pode até segmentá-los por perfis, como casais mais velhos, clientes premium, famílias com crianças, à procura de propriedades junto à praia e muito mais.

Depois, lembre-se de enviar e-mails semanais, quinzenais ou mensais com a ajuda de uma plataforma de marketing por e-mail. Envie conteúdos que possam ser interessantes para o seu público-alvo e faça uso do que publicou nas suas redes sociais ou blogue, para evitar criar ainda mais conteúdos. 

Monitorize a jornada do cliente através do funil de vendas

Quanto mais atento estiver, melhor as pessoas se lembrarão do seu trabalho. E, quando se trata de se manter em contacto com as suas pistas e clientes, não há nada como um CRM imobiliário para o ajudar. 

Este software imobiliário pode acompanhar cada contacto que tiver com potenciais leads e clientes, certificando-se de que se mantém em contacto com eles com a frequência adequada e alimenta esta relação.

O CRM imobiliário também pode acompanhar cada fase do funil de vendas em que os seus clientes estão, o que significa compreender se um potencial cliente ainda está a aprender sobre o seu negócio ou se está pronto para assinar um contrato.

Além de tudo isso, a ferramenta pode automatizar tarefas, manter um histórico completo dos seus clientes e muito mais! 

Profissional a planear o seu conteúdo de marketing imobiliário
Foto por Scott Graham em Unsplash

Investir em boa fotografia imobiliária

Uma boa iluminação e um ambiente acolhedor poderiam ser o ponto de viragem para persuadir um cliente sobre o potencial de uma propriedade. Assim, aprender a tirar o máximo partido da fotografia imobiliária é também algo que pode impulsionar o seu negócio de uma forma muito positiva.

Não se preocupe! No final deste artigo encontrará algumas dicas sobre como melhorar os seus conhecimentos de fotografia imobiliária.

Como fazer marketing imobiliário para as redes sociais?

Se não está familiarizado com a criação de conteúdos, aqui está uma lista de coisas a ter em mente assim que começar a implementar o seu plano de marketing imobiliário.

Lembre-se de quem é o seu cliente

Está a falar com um público mais vasto ou o seu cliente médio tem um perfil distinto, como pessoas idosas ou famílias com crianças? O que é que normalmente procuram quando compram uma nova casa? São normalmente investidores imobiliários experientes ou pessoas à procura da sua primeira ou segunda casa?

É muito importante falar de acordo com a realidade do seu cliente. Use uma linguagem que eles possam compreender, use exemplos com que eles possam relacionar, adapte as suas explicações ao seu nível de conhecimento do mercado imobiliário. Desta forma, será mostrado como alguém que facilita a venda, compra ou aluguer de um imóvel e os aproximará do seu conteúdo e de si!

Além disso, quando se trata de escolher assuntos, publique sobre temas que sejam interessantes para o seu público, úteis e relevantes para ele.

Descubra quem é a sua audiência nas redes sociais
Foto por Georgia de Lotz em Unsplash

Compreenda as redes sociais com as quais está a trabalhar

Antes de criar conteúdos sobre imobiliário para as redes sociais, utilize um pouco as redes. Compreenda os tipos de mensagens que existem nesse ambiente, como outros consultores imobiliários utilizam a plataforma e leve o seu tempo para se inspirar.

Depois de prestar atenção ao quê e como as pessoas postam em cada rede que pretende utilizar, lembre-se de adaptar cada peça de conteúdo à linguagem das redes sociais que vai utilizar. Isto evita qualquer estranheza ou confusão com os seus posts.

Mantenha a sua criação de conteúdos dinâmica

Outra coisa importante a lembrar, quando colocar novos conteúdos sobre imobiliário nas suas redes sociais, é mantê-los sempre em mudança. Estas plataformas estão sempre a trazer novos tipos de conteúdos aos seus utilizadores, o que significa que também terá de adaptar e atualizar as suas formas de trabalho.

Certifique-se de variar os tipos de conteúdo que cria. Vídeos curtos, vídeos longos, transmissões ao vivo, carrosséis, fotografias imobiliárias únicas, GIFs, sondagens e histórias são apenas alguns exemplos do que se pode criar, o céu é o limite!

Preste atenção à forma como o seu público reage a cada tipo de conteúdo e ofereça mais do que este gosta.

Seja visualmente apelativo e consistente

Quando se trata de redes sociais, quase toda a gente está habituada a ver belas imagens de ambientes acolhedores e interessantes. Por isso, sim, terá de ter cuidado com a estética da sua publicação. Não se preocupe, isto não significa que terá de se tornar um verdadeiro fotógrafo imobiliário, mas significa que desbloquear o seu telemóvel e apontá-lo para uma sala já não é suficiente.

Para o ajudar nessa tarefa, continue a ler este artigo, onde também vamos falar de fotografia imobiliária.

E quanto à consistência, tente criar algumas regras sobre como se quer apresentar no seu perfil. Um consultor imobiliário é também uma marca, mesmo que seja apenas uma marca pessoal. 

Quer usar o logótipo da sua empresa? Onde deve ser colocado? Deve ser utilizado em todas as fotos ou apenas num tipo? Vai utilizar filtros nas suas histórias e fotos? Qual deles? Vai usar cores para destacar cópias nos seus posts? Qual deles e quando pode ser aplicado?

Quando mantém a consistência visual, certifica-se de que as leads e os clientes se lembram de si cada vez que uma mensagem sua passa pela sua rede social.

Mantenha a frequência do seu conteúdo

Ainda por falar em ser lembrado, quer certificar-se de que o seu nome vem imediatamente à mente quando alguém do seu público pensa em vender, comprar ou alugar uma propriedade, certo? Para o fazer, tem de manter os seus esforços de comunicação consistentes.

Basicamente, as redes sociais dão prioridade à exibição dos conteúdos dos perfis com os quais mais interagem. Isto significa que, se desaparecer por alguns dias e tiver menos interacções, terá de trabalhar mais no futuro para recuperar o nível de alcance do seu conteúdo.

Sempre que tiver alguns minutos de sobra, tente dedicar o seu tempo ao marketing imobiliário para as redes sociais. 

Calendário de conteúdo: social media, artigos de blog e newsletters

FREE Download

Send download link to:

I confirm I have read and agree to the Privacy Policy

Subscribe to get exclusive content and recommendations every month. You can unsubscribe anytime.

Imobiliário para redes sociais: 5 ideias de conteúdo para o seu perfil

Aqui estão algumas ideias para manter as suas redes sociais ativas e fornecer conteúdos interessantes ao seu público em qualquer altura.

1- Mostre os bastidores

Como consultor imobiliário, quer certificar-se de que os seus clientes compreendem e valorizam todo o trabalho que faz. Além disso, quando se trata de pistas, quer mostrar o quanto é útil todo o trabalho que fornece tanto a vendedores como a compradores, motivando-os a contratá-lo também.

Com isso em mente, crie conteúdos que mostrem às famílias de outros clientes as chaves da sua casa de sonho, propriedades que está a visitar com um cliente ou diferentes tarefas com que lida todos os dias.

2- Referências boca-a-boca

O marketing boca-a-boca continua a ser uma grande parte do marketing imobiliário. Estudos realizados pela Nielsen mostram que 92% dos consumidores confiam nos seus amigos, em detrimento dos meios de comunicação tradicionais, um número que não pode ser ignorado.

Portanto, se tiver um cliente satisfeito que lhe tenha enviado os seus agradecimentos através de uma mensagem ou de um e-mail, utilize este material! Qualquer tipo de reconhecimento de um bom trabalho é muito valioso e funciona como prova social da sua competência.

3- Perguntas do seu público

Algo de que se deve lembrar ao criar conteúdos para as suas redes sociais focadas no imobiliário: o profissional aqui é você. Os seus seguidores não têm os mesmos conhecimentos e pode haver algumas respostas básicas que têm o poder de lhe dar ainda mais credibilidade enquanto consultor imobiliário.

Assim, utilize vídeos curtos, transmissões ao vivo, comentários, mensagens diretas e qualquer outra forma de comunicação nas suas redes sociais para recolher novas questões e esclarecer quaisquer dúvidas com respostas adequadas. Poderá, até, oferecer 101 sessões de consultoria gratuitas que poderão trazer mais clientes. 

Há alguma pergunta frequente? Tente apresentar um conteúdo que responda a todas elas e mantenha essas respostas visíveis.

4 – Falar sobre o mercado 

Outra forma de mostrar quão competente é como consultor imobiliário é exibir os seus conhecimentos sobre o mercado imobiliário. Assim, pense em formas rápidas de trazer informação útil ao seu marketing imobiliário para as redes sociais.

Poderia apresentar atualizações semanais ou mensais sobre bairros que estão a ficar na moda, lugares onde os preços desceram um pouco ou novas políticas governamentais que afetam o crédito. E, claro, para se manter atualizado sobre o mercado imobiliário, utilize o CASAFARI Market Analytics e o nosso Property Sourcing.

5 – Falando sobre a sua carteira

Uma carteira bem cuidada é também algo que pode atrair leads para si. Por conseguinte, precisa de mostrar as novas propriedades que está a comercializar nas suas redes sociais. Não se esqueça de acrescentar informações importantes, tais como quantos quartos há no imóvel, onde está localizado ou se está para venda ou aluguer.

Quando se trata de escolher um formato, trabalhe com a sua criatividade: pode gravar uma visita virtual, fazer uma visita ao vivo ou mesmo publicar um carrossel com fotografias de todos os espaços.

Além disso, veja as dicas abaixo para se certificar de que exibe o imóvel de uma forma que o faça parecer agradável, acolhedor e um bom local para se viver.

Dicas para fotografia imobiliária profissional

Não é preciso um olho profissional para fazer a fotografia imobiliária parecer espantosa. Aqui estão seis dicas rápidas para fazer com que todas as propriedades do seu portfólio se vejam como uma casa incrível.

1. Localização, localização, localização

Uma vez que estamos a falar do mercado imobiliário, tenho a certeza que sabe que a localização é um assunto muito importante. Portanto, é claro que retratar este aspeto da sua carteira de imóveis na sua fotografia imobiliária é também fundamental para atrair leads.

Lembre-se de tirar fotografias que impactem, antes mesmo de passar a porta de entrada. Mostre aos potenciais compradores ou inquilinos os belos arredores, o jardim ou pátio e o edifício. Tire também fotografias das mais belas vistas das janelas da casa.

Também se pode beneficiar da meteorologia! O Outono e o Inverno permitem brincar com uma atmosfera acolhedora no interior, enquanto o Verão e a Primavera podem ser utilizados para enfatizar um imóvel espaçoso e bem iluminado.

Valorize a localização do imóvel na sua fotografia imobiliária
Foto por Zeynep Sümer em Unsplash

2. Uma boa iluminação é crucial na fotografia imobiliária

A luz natural é a melhor para fotografias, por isso tente visitar as propriedades quando ainda há luz do dia. Do final da manhã ao início da tarde é a altura perfeita para tirar fotografias para imóveis, porque o sol está no seu auge, por isso não haverá sombras indesejáveis. Evite tirar fotografias durante o anoitecer. Devido à falta de iluminação adequada, pode acabar com imagens desinteressantes e de baixa qualidade.

Está a fotografar no exterior? Então, certifique-se de que o sol está atrás de si para não deixar a luz interferir com a imagem. Se estiver dentro ou num quarto mais escuro e tiver de usar iluminação artificial, tenha cuidado para não criar sombras estranhas.

E, claro, se uma sala tem muita luz natural que entra pelas janelas, por todos os lados, tire partido dela.

3. Use mobiliário e decoração a seu favor

Um dos principais objetivos da comercialização imobiliária é aumentar as vendas, certo? Para o fazer, a sua fotografia imobiliária deve inspirar potenciais compradores e fazê-los querer viver na propriedade.

Poupe alguns momentos antes de fotografar para encenar: reorganize os móveis, traga algumas peças de decoração, arrume e limpe um pouco a sala. Faça com que tudo pareça perfeito e mostre aos potenciais clientes todas as possibilidades que uma sala tem para oferecer. E embora seja verdade que uma fotografia mais minimalista é uma tela em branco para o cliente projetar as suas próprias ideias no espaço, uma decoração caseira e “vivida” é o que realmente dá a uma propriedade um encantador sentido de carácter.

Além disso, preste muita atenção à cozinha e à casa de banho – dois espaços onde a limpeza é a chave. Certifique-se de que todos os espelhos e superfícies estão limpos e tire quaisquer produtos de higiene pessoal ou produtos de limpeza do seu campo de visão.

4. Os ângulos fazem realmente a diferença

Para uma melhor fotografia imobiliária, coloque a sua câmara no canto da sala para capturar o máximo possível das suas dimensões. Ou, melhor ainda, tire a fotografia apenas do interior da moldura da porta e não se esqueça de capturar três paredes da sala, pois este ângulo mostrará mais eficazmente o espaço. Tire também as suas fotografias com  orientação de paisagem (e não de retrato). 

Se estiver disposto a investir um pouco, vale a pena comprar uma lente grande angular para enfatizar realmente o espaço numa propriedade, pois quer ter a certeza de que está a traduzir todo o potencial que uma sala tem para oferecer nas suas fotografias.

Outro conselho sólido é fotografar a partir do nível da cintura, não do nível dos olhos. Embora possa parecer natural tirar as fotografias da sua perspectiva, a fotografia imobiliária tirada mais acima distorce as linhas da imagem, fazendo-a parecer estranha.

Há linhas – tabelas, molduras espelhadas e outras formas que compõem a composição de uma fotografia – que normalmente não são notadas na vida real, mas que são imediatamente visíveis na câmara. Um mau ângulo pode criar uma sensação geral de desequilíbrio, por isso fotografar do meio para baixo para fazer com que todas as linhas da moldura pareçam rectas. Se possível, use um tripé para tirar fotografias firmes e bem angulares.

5. Utilizar uma ferramenta de edição

A edição da sua fotografia imobiliária com uma ferramenta de software pode nivelar quaisquer problemas de iluminação e remover quaisquer linhas distorcidas. Não se preocupe, não precisa de ser um especialista em qualquer software de edição para ser um consultor imobiliário!

De facto, existem bastantes aplicações no mercado que podem ajudá-lo a melhorar as suas fotografias sem muito esforço. Descarregue algumas, experimente-as e veja qual delas lhe parece mais fácil de utilizar.

Escolheu a sua favorita? Agora, só precisa de editar as suas fotografias antes de as publicar.

6. Traga variedade à sua fotografia imobiliária

Se uma casa tem três quartos, porquê mostrar apenas um? Porque não ter uma foto da cozinha ou da casa de banho? A ausência de um quarto pode fazer o seu público suspeitar que há algo de errado com esse espaço.

Tente cobrir toda a área da casa, destacando aqueles que farão com que a propriedade pareça muito.

Está pronto para trabalhar na sua estratégia de marketing imobiliário? Então, arregace as mangas e comece a atrair mais leads!

Foto por Campaign Creators em Unsplash

Daily, we track 180.000+ property changes in Spain, Portugal, France, etc.

Be the first one to know about price changes, new and sold listings.
Agente imobiliário caminhando na praia com a sua pasta de documentos em mãos

O que faz um agente imobiliário?

Tal como os vendedores de automóveis usados, os agentes imobiliários nem sempre tiveram a melhor reputação. Se introduzirmos no Google “maus agentes imobiliários” surgem mais de 97

real estate investors

Proptech para o Investidor Imobiliário

Há alguns anos atrás, antes de ser criado o conceito de Proptech, Marc decidiu investir em propriedade espanhola. Um homem de negócios por natureza, abordou este esforço

TABELA GRATUITA
Personas de vendedores e compradores