Home staging: o que é e dicas para consultores imobiliários

Share

Imagine que está à procura da casa dos seus sonhos ou de uma casa para investir. Entra na propriedade e verifica que está um pouco suja, com peças de decoração antigas, algumas paredes manchadas e um monte de objetos pessoais a desarrumar o espaço. É um pouco estranho, certo? Não se sentiria imediatamente em casa.

Agora, imagine-se a entrar no mesmo lugar, mas melhor. A casa é espaçosa, limpa, luminosa e está decorada com cuidado, praticamente a convidá-lo a entrar. Uma sensação bastante diferente, não é? Isto é o que o home staging faz.

Neste artigo compreenderá o que é o home staging, as vantagens de aplicar estas técnicas ao seu trabalho enquanto consultor imobiliário e algumas dicas para o seu próximo home staging, feito por si ou com a ajuda de um profissional. 

Home staging: o que é?

Home staging é uma estratégia de marketing que motiva os potenciais compradores a comprar as casas que estão a visitar. Envolve transformar a casa numa tela em branco, remover vestígios da personalidade do proprietário e fazer com que a propriedade pareça convidativa para a vida de qualquer pessoa.

O processo de home staging tem como objetivo:

  • Encenar uma vida maravilhosa a ser vivida dentro da propriedade
  • Chamar a atenção para as melhores características do imóvel, ao mesmo tempo que se desvia das piores
  • Fazer com que os potenciais compradores se visualizem a viver naquela casa
  • Trazer uma sensação de aconchego ao ambiente, fazendo-o olhar para o seu melhor

Resumindo, o home staging é uma técnica que ajuda os agentes imobiliários no seu trabalho, mostrando aos compradores de casas as muitas possibilidades que uma única propriedade pode oferecer.

Quais são as vantagens de acrescentar algumas ideias de home staging ao seu trabalho

Os números apresentados numa pesquisa conduzida pela Home Staging Association of the United Kingdom & Ireland, em 2019, mostram definitivamente a eficiência do home staging de uma casa para venda. Vejamos alguns desses benefícios.

  1. O home staging atrai mais compradores de casa

Qualquer pessoa que procura comprar ou alugar uma casa online é atraída por belas fotografias, certo? Quanto melhor a casa aparece nas fotografias, mais interessado fica o potencial comprador. 

Bem, o mesmo acontece com as visitas. A pesquisa mostrou que 75% dos agentes imobiliários relataram que os compradores de casa passam mais tempo a ver propriedades com home staging do que as não estão encenadas. O ambiente acolhedor criado faz com que as pessoas se sintam realmente à vontade e as ajude a imaginar uma vida dentro daquela casa, potenciando o negócio. 

  1. O home staging ajuda a vender casas mais rapidamente

Nada menos que 85% dos profissionais imobiliários entrevistados na pesquisa afirmaram que os imóveis com home staging vendem 3 vezes mais depressa do que outros. Esqueça ter o imóvel à venda no mercado durante meses, esta é uma forma de acelerar os negócios tanto para o agente imobiliário como para o cliente.

A Home Staging Association of Spain reforça esta tendência: a instituição afirma que o home staging de um imóvel acelera até 4 vezes o processo de venda. Utilizando dados de um estudo realizado em França, mostram que a aplicação destas técnicas a um imóvel diminui o tempo no mercado de uma média de 130 dias para algo em torno de 35.

  1. Estas técnicas aumentam os preços de venda dos imóveis

Embora possa trazer custos adicionais aos seus clientes, numa primeira fase, a montagem de uma casa para venda, de acordo com a mesma investigação anteriormente mencionada, pode aumentar o seu preço de venda até 10%. Além disso, 77% dos promotores viram um retorno no seu investimento, pagando o custo do home staging.

Estas técnicas proporcionam uma muito boa relação qualidade/preço, uma vez que o cliente poderá recuperar o investimento que fez e ainda selar o negócio na casa por um montante desejável.

Home staging: dicas para vender mais rápido

Entrada de uma casa que passou por Home Staging
Foto por Douglas Sheppard em Unsplash

Se for um consultor imobiliário, a decoração de interiores pode não ser algo com que esteja familiarizado. Mas isto não significa que não possa prestar atenção a algumas ideias básicas de decoração de interiores para fazer com que os seus clientes se sintam mais atraídos para comprar uma casa. Confira-as!

Pense nos perfis mais adequados para compradores de casas

Uma das dicas mais básicas para o home staging é ativar os seus conhecimentos sobre o mercado imobiliário. Antes de iniciar qualquer transformação e preparar a casa para a venda, pense em que perfis de clientes tendem a comprar este tipo de propriedade. Por exemplo, estúdios e apartamentos com um quarto atraem jovens profissionais solteiros e casais sem filhos, enquanto uma propriedade com três quartos atrai, normalmente, famílias com filhos.

Manutenção básica antes do home staging de uma casa para venda

Se a casa mostrar muitos sinais de ser utilizada, o agente imobiliário deve definitivamente falar com o cliente sobre fazer uma pequena manutenção como parte do home staging. Pretende certificar-se de que pequenas imperfeições e problemas são corrigidos antes de colocar a casa no mercado.

As paredes manchadas, com bolhas ou desbotadas devem receber uma nova camada de tinta para parecerem novinhas em folha. Roupeiros e armários com portas que não fecham correctamente devem ser fixados. Os móveis lascados ou com marcas de copos também devem passar por manutenção.

Começando com o exterior

A arte do home staging começa mesmo antes de entrar na casa. Afinal de contas, as primeiras impressões são importantes. Se a propriedade tem uma área exterior, como um jardim ou um quintal, há algumas dicas simples que pode fazer para causar uma boa impressão em potenciais compradores.

Em primeiro lugar, antes de iniciar as visitas, lembre os clientes de cortar a relva e limpar o pavimento. Um quintal limpo e organizado faz com que as famílias imaginem todas as grandes atividades ao ar livre que nele poderiam ter lugar. Além disso, acrescentar um tapete à entrada é uma boa ideia. Ambos acrescentam um pouco de alma à casa e evitam que os sapatos molhados ou sujos danifiquem a limpeza do interior.

Finalmente, orientá-los para o óleo que falta naquele portão (que insiste em ficar preso) ou as dobradiças daquela porta que range quando aberta. Isto irá transformar os primeiros momentos dos compradores ao visitar a casa, guardando tudo o que os possa distrair e convidando-os a uma experiência mais imersiva.

Preparar a casa para uma refeição

Cozinha de uma casa que passou por Home Staging
Foto por Sidekix Media em Unsplash

faz com que os potenciais compradores de casa imaginem os momentos agradáveis que terão para desfrutar com a família e amigos à volta da mesa na sua nova casa.

Se colocar uma mesa cheia, com pratos, chávenas e talheres, pode parecer um pouco exagerado, então pode optar por expor apenas um cesto com frutas ao lado de chávenas e um jarro de café acabado de fazer. Se estiver disposto a ir mais além, pode até fazer um bolo ou alguns biscoitos em casa antes da chegada dos potenciais clientes. Poderá servir aos visitantes um pequeno lanche e recebê-los com um cheiro espantoso de comida acabada de fazer.

Ideias de home staging para uma transformação de baixo custo

Se os seus clientes não estiverem dispostos a gastar muito mais dinheiro na casa, então tente convencê-los a pelo menos encenar os espaços mais importantes.

Um total de 74% dos agentes imobiliários entrevistados pela HSA UK & Ireland consideram que a sala de estar é o local mais importante a encenar, 10% optam pela cozinha e outros 10% pelo quarto principal. Estes são os locais onde os compradores de casas têm maior probabilidade de passar tempo e estar interessados, pelo que cada detalhe é importante, para o bem e para o mal.

Assim, se conseguir persuadi-los a fazer um último investimento, escolha estes locais para embelezar.

E quanto a dicas para a preparação da casa sem gastar muito dinheiro, trazer plantas para dentro de casa é uma forma de acrescentar personalidade a uma sala vazia ou sem muita decoração. Fazem o local parecer animado e são neutras, no sentido em que cabem em qualquer estilo ou decoração.

Outro ponto positivo aqui é que podem ser facilmente transportadas para outros locais, nos quais o consultor imobiliário poderia também utilizá-las para o home staging. 

O mesmo se aplica aos livros. Os livros de cozinha podem ser expostos sobre os balcões ou na ilha da cozinha, enquanto os livros decorativos podem ser colocados sobre a mesa de café, sobre uma mesa de cabeceira, ou posicionados sobre uma estante de livros. Podem fazer uma casa parecer acolhedora, sem se sentirem demasiado pessoais.

Para baixar os custos do home staging de uma casa para venda, estes livros podem ser emprestados de uma biblioteca, de amigos, da estante pessoal do agente imobiliário ou mesmo comprados em livrarias de antiquários. 

Objetos de decoração neutros, como simples quadros ou vasos, também podem ser bons acrescentos ao ambiente e podem ser encontrados em mercados, por exemplo. 

Encenação de uma casa para venda quando ainda há pessoas dentro dela

Quarto de uma casa que passou por Home Staging
Foto por Francesca Tosolini em Unsplash

Se os seus clientes estão a viver na casa enquanto realiza as visitas, então há definitivamente algumas etapas domésticas a fazer. Evitar a desarrumação e sinais de mobiliário usado é uma forma de fazer a casa parece mais bem cuidada, podendo ser vendida por muito mais.

Antes das visitas, fale com os seus clientes sobre a importância de remover os objetos que caracterizam a casa como sendo seus, o que poderia funcionar como um impedimento para os compradores de casa se retratarem como proprietários daquele lugar. Isto significa, por exemplo, esconder as fotografias que estão à volta da casa, os desenhos das crianças que estão em exposição no frigorífico e pinturas com muita personalidade.

Além disso, é importante retirar da vista objetos pessoais, como produtos de higiene e tirar da vista aqueles copos utilizados para beber água, no balcão da cozinha. 

Agora, é altura de cuidar do lado decorativo das coisas. Remova parte da decoração para que a propriedade não pareça desarrumada, assim como os brinquedos das crianças espalhados pelos quartos e peças de mobiliário desnecessárias.

Outra coisa importante é esconder qualquer coisa que esteja velha ou partida. Um espelho rachado ou aparelhos de cozinha antigos podem dar a impressão de que a casa inteira é demasiado velha, o que pode fazer com que os compradores de casas se perguntem se são necessárias muitas reparações.

Na fase de home staging de uma casa para venda, enquanto ainda está a ser utilizada, lembre-se de procurar detalhes que possam atrair a atenção dos compradores de casas para o facto de que há outras pessoas que lá vivem. Antes de cada visita, avise o vendedor para mudar a roupa de cama, as toalhas e fazer a cama.

Finalmente, se houver roupeiros e armários a serem vendidos com a casa, então o seu interior deve ser, pelo menos, organizado. Os compradores de casas podem querer ver como estão no interior e o agente imobiliário certamente não quer que vejam uma grande confusão quando as portas serão abertas.

Neste momento, o objetivo é evitar a desordem visual, fazendo com que a casa pareça espaçosa e proporcionando um aspeto neutro ao ambiente que se vive por lá.

Dicas de limpeza para estadias em casa

Não há nada como uma casa suja para afugentar os potenciais compradores de casas. A limpeza é fundamental para causar uma boa impressão, por isso certifique-se de acrescentar esta etapa ao processo de preparação da casa e verifique duas vezes se a propriedade está apresentável antes de cada visita.

Isto é ainda mais importante em quartos como a cozinha e a casa de banho, onde as pessoas tendem a ser extra sensíveis à sujidade. Assim, lembre-se dos seus clientes de limpar os balcões da cozinha, o lavatório, a sanita, as janelas e de esvaziar os caixotes do lixo.

Se houver tapetes na casa, estes também devem ser limpos ou removidos para não causar a impressão errada.

Casa de banho de uma casa que passou por Home Staging
Foto por Sidekix Media em Unsplash

Ative ainda mais sentidos

Somos atraídos para uma casa por uma multiplicidade de fatores, não necessariamente por objetos e mobiliário. Portanto, tente pensar em formas de ativar novas sensações quando recebe potenciais compradores para uma visita.

Para estimular a visão, abra as janelas e deixe a luz natural fluir através da sala durante o dia. Se a visita tiver lugar à noite, então pense numa forma acolhedora de iluminar o local, com a ajuda de lâmpadas laterais, por exemplo.

Para o olfato, a abertura das janelas também ajuda: renova-se o ar da casa, refrescando o lugar. Pulverize um perfume suave através dos quartos ou acenda uma vela para acrescentar esta delícia extra à visita.

Para a audição, escolha uma lista de reprodução com sons discretos e agradáveis.

E, para que se sintam à vontade logo que atravessarem a porta da frente, lembrem-se de pensar no conforto térmico. Durante o Verão, ligue o ar condicionado cerca de meia hora antes da visita e defina a temperatura para cerca de 23ºC. No Outono ou na Primavera, deixe a brisa fria entrar por algumas das janelas, mas não por todas elas, para evitar correntes de ar. No Inverno, lembre-se de ligar o calor alguns minutos antes de deixar entrar as pessoas.

Agora que sabe tudo sobre home staging, o que é, como funciona e tem algumas ideias de como vai encenar a próxima casa, não perca mais tempo: comece a falar sobre este tópico com os seus clientes para acelerar a venda das casas na sua carteira de imóveis.

Foto em destaque por Francesca Tosolini em Unsplash

Daily, we track 180.000+ property changes in Spain, Portugal, France, etc.

Be the first one to know about price changes, new and sold listings.
Imagem da Freguesia do Beato

Guia da Zona em Destaque: Beato

“Up-and-coming” (em alta, promissor) é um termo dado a muitos bairros de Lisboa hoje em dia, mas o Beato é um dos que merece verdadeiramente o rótulo.

Bom Jesus do Monte, braga

Guia da Zona em Destaque: Braga

A cidade de Braga acabou de ser eleita um dos melhores destinos europeus de 2019. Ficou em segundo lugar – derrotada apenas por Budapeste – Braga colocou-se